terça-feira, 29 de abril de 2008

29 de abril - Entrevista com Romualdo Lisboa


Gil Gomes recebeu hoje no estúdio da Rádio Santa Cruz o diretor da Casa dos Artistas, Romualdo Lisboa, acompanhado da comunicóloga Karol Vital, assessora de imprensa da Casa.

A nova programação da Casa dos Artistas compreende oficinas, espetáculos, e os projetos Improviso Oxente e Teatro de Grupo - Estratégias de Sobrevivência e será lançada oficialmente no próximo sábado, dia 3 de maio.

A Casa dos Artistas oferece oficinas de: violão clássico, violão para iniciantes, teatro para crianças e adolescentes e curso de capoeira e curso de rítmos afro-brasileiros.


Dentre os diversos espetáculos que estão sendo apresentados, destacam-se o Auto do Boi da Cara Preta, que apesar de ser classificado como infantil, agrada também os adultos, o Pega pra capá, já em cartaz há cinco anos e o Teodorico Majestade - as últimas horas de um prefeito.

Com apenas um ano em cartaz, a comédia Teodorico Majestade já foi vista por mais de 10 mil pessoas e narra as armações do prefeito Teodorico e seus conchavos com a Câmara de Vereadores da cidade fictícia de Ilha Bela. Com texto e direção de Romualdo Lisboa, a comédia que era uma previsão, se transformou em história, uma vez que se reporta ao cenário político da nossa cidade.

Dentre os espetáculos apresentados às quintas, sextas e sábados, estão montagens vindas também de Salvador, Itacaré e do Rio de Janeiro.

Às quartas-feiras a partir das 19h, acontece o projeto Improviso, Oxente!. Com entrada franca, são promovidas discussões de assuntos relevantes intercaladas com apresentações artísticas. Nesta edição, o tema geral será o projeto do Porto Sul, cujo local apontado para sua construção está inserido numa Área de Proteção Ambiental, no povoado de Ponta da Tulha, zona norte de Ilhéus. O projeto Improviso, Oxente! tem a coordenação pedagógica do Instituto Brasileiro de Cultura e Turismo (IBEC).

Aos domingos, o projeto Ritmos da Casa toma conta do ambiente, com apresentação de bandas da região. Em maio, apresentam-se: Banda Mormaço, O Quadro, Dr. Imbira e a Banda Eles 4.

O diretor da Casa dos Artistas faz referência a um apoio direto do prefeito Newton Lima, bem como de diversos setores da prefeitura, que vêm tratando a Casa de maneira extremamente respeitosa, contrastando com a administração anterior.

A renovação do público que frequenta os espetáculos vem se devendo em grande parte à divulgação nas emissoras de rádio da cidade, bem como às estratégias da própria Casa, que tem uma previsão de gratuidade de ingressos para Associações de Moradores e entidades filantrópicas, além de estudantes de escolas públicas pagarem um pouco menos ainda que a meia-entrada.

O projeto Teatro de Grupo - Estratégias de Sobrevivência, com o apoio da Fundação Cultural do Estado, se inicia no mês de junho. Nele serão debatidas as técnicas e estratégias que os diversos grupos de teatro do Brasil têm criado para sua sobrevivência, com a participação de grandes nomes do teatro brasileiro. Na estréia, um bate-papo com o Secretário de cultura do Estado, Márcio Meireles, sobre a nova política pública para a cultura na Bahia.

Romualdo Lisboa ressalta a grande importância que é o apoio da deputada Ângela Souza, que, sem que fosse procurada pela direção da Casa dos Artistas, lutou pela Lei Autorizativa, que gerou o convênio da Secretaria de Cultura do Estado em toda a manutenção para a Casa dos Artistas (água, energia, funcionários).

Lisboa convida todo o público para o lançamento da programação de maio, no próximo sábado às 20h, com o espetáculo Cálix Bento, do grupo Improviso Nordestino, inspirado na cultura sertaneja, com ladainhas e cantorias de viola.

2 comentários:

Parceiro da verdade disse...

Cadê o ilheusparadise na sua lista de blogs. veja www.ilheusparadise.blogspot.com

Anônimo disse...

PARABENS PELA ADIÇÃO DO BLOG.